ALEXANDRE GARCIA

Alexandre Eggers Garcia nasceu em Cachoeira do Sul, onde começou no rádio. Na Rádio Cachoeira, ZYF-4, onde seu pai, Oscar Chaves Garcia, o “Papito”, trabalhava, fazia papéis infantis em rádio-novela, aos seis anos, em 1947. Quando seu pai foi instalar a Rádio Alto Taquari, de Estrela, passou a fazer papéis infantis em novelas da ZYN-9. De volta a Cachoeira, transmitia a missa dominical aos 15 anos de idade. Depois, foi locutor e noticiarista na Rádio Independente, de Lajeado, também levado por seu pai. Transferindo-se para Porto Alegre, pagava seus estudos como locutor da Rádio Difusora, PRF-9. (“Quer dizer: de microfone, já tenho mais de 70 anos…”)

O jornalista Alexandre Garcia é formado em primeiro lugar no vestibular em todo o curso, na PUC/RS, onde depois lecionou. Está em Brasília há 43 anos. Foi correspondente no exterior pelo Jornal do Brasil e depois subsecretário de imprensa da Presidência da República, no governo Figueiredo, por 18 meses. Foi diretor da TV Manchete e diretor de jornalismo da TV Globo em Brasília. Atuou por 31 anos na Globo como repórter especial, comentarista e apresentador substituto no Jornal Nacional, Bom Dia Brasil, e programa semanal na Globonews além de comentarista e apresentador do noticiário local. Escreve para duas revistas mensais e mantém coluna semanal em dezenas de jornais. Faz comentários diários para mais de 300 emissoras de rádio. Foi professor universitário no Uniceub. Faz palestras pelo Brasil.

Cobriu três guerras(Angola, Líbano e Malvinas) e recebeu da Rainha Elisabeth II a Ordem do Império Britânico. Foi enviado especial no Peru, Paraguai, Colômbia e Chile. E correspondente especial na Argentina e Uruguai. Agraciado com 18 condecorações nacionais. Recebeu o Prêmio Volvo de Segurança de Trânsito. Escolhido, pelo voto secreto dos estudantes de Brasília, como Personalidade do Ano de 1996. Em 1997, o Poder Legislativo outorgou-lhe o título de Cidadão de Brasília. Autor de João Presidente e Nos Bastidores da Notícia, que vendeu mais de 60 mil exemplares.

10

setembro

2019

EM DEFESA DAS LEIS

Integrantes da Associação Nacional de Procuradores da República fizeram esta semana manifestações contra a indicação de Augusto Aras para chefiar a Procuradoria Geral da República. O incrível é que essa é uma manifestação de integrantes do Ministério Público – que é o órgão de defesa da Lei – contra a Constituição Federal. O art. 127 da Constituição incumbe o Ministério Público da “defesa da ordem jurídica”. E a manifestação de integrantes de sua associação alega que o Presidente da República deveria ter indicado alguém da lista de três enviada pela Associação. Ora, o artigo 84 da Constituição afirma que compete ao Presidente da República nomear o Procurador Geral da República.

Veja Mais

3

setembro

2019

MILAGRE BRASILEIRO

Nos anos 70, nosso país desfrutou do Milagre Brasileiro, assim chamado porque o PIB cresceu, por três anos seguidos, a média anual de 11,2% – onze vezes o que estamos crescendo agora. Estava todo mundo empregado e as compras estavam tão aquecidas que a indústria não tinha matéria-prima suficiente e faltava até papelão para as embalagens. Aconteceu isso por causa do Ministro da Fazenda Delfim Netto e do Presidente Médici? Não; aconteceu porque havia otimismo e entusiasmo na população, do operário ao investidor. Era o “pra frente, Brasil” mais o recado, nos vidros dos automóveis, para aqueles que,

Veja Mais

27

agosto

2019

PIROTECNIA

O Papa Francisco e o Presidente Macron geraram a centelha e reacenderam os ânimos daqueles que não perdoam os brasileiros que os derrotaram em outubro. Do outro lado do Atlântico e das redações urbanas a milhares de quilômetros da floresta, atearam fogo à Floresta Amazônica, para demonstrar que o vencedor de outubro é um Nero suicida; é um erro cometido pelos eleitores que ousaram derrotar os que acreditam que detêm o poder de domar neurônios alheios. Desconhecedores da Floresta, não sabem que para ela queimar, precisa antes ser derrubada, secar por meses, e aí atear fogo. É assim que os indígenas ensinaram e sempre fizeram na coivara

Veja Mais

20

agosto

2019

A LEI SEQUESTRADORA

Leis penais são feitas para dissuadir os mal-intencionados; punir os criminosos, servindo de exemplo; promover a correção dos desencaminhados – e assim proteger a sociedade vítima dos agressores, dos ladrões, dos assaltantes, dos corruptos, dos homicidas, dos vigaristas. Quando as leis não conseguem esse objetivo, quando são fracas, lenientes, – agem em sentido contrário, dando sensação de impunidade que estimula os mal-intencionados e protegem os corruptos, vigaristas e criminosos em geral. A Lei de Abuso da Autoridade está nesse segundo caso e não veio sozinha. Foi adicionada a outras leis – que impedem o uso de algemas, que soltam assaltantes num curto prazo de 24 horas,

Veja Mais

13

agosto

2019

A AMAZÔNIA É NOSSA

Esta semana, Sua Santidade o Papa fez um apelo para que os líderes do mundo salvassem a Amazônia. Perdão, Santidade, mas quando estouraram os escândalos do Banco do Vaticano ou da pedofilia, não ouvi nenhum líder brasileiro pedindo que o mundo salvasse a Santa Sé. Há quase um ano, achei bom que o Papa da vizinha Argentina não tivesse feito nenhuma manifestação quando o líder na campanha presidencial brasileira foi esfaqueado para morrer. Afinal, o Vaticano nada tem a ver com a política brasileira. Mas agora vão fazer por lá em outubro, um Sínodo para a Amazônia, cujo relator é o arcebispo de São Paulo,

Veja Mais

12

agosto

2019

CHEGOU A DIVERSIDADE        

O atento repórter da Gazeta do Sul perguntou-me sobre a  importância do jornalismo “em um momento em que o país está profundamente dividido em termos políticos e ideológicos”. Percebi, nessa preocupação, que a pregação totalitária das últimas décadas conseguiu sequestrar corações e mentes. Enquanto nos dividiam, impuseram-nos o totalitarismo do pensamento único. Por isso, estranhamos, hoje, que haja correntes diferentes de pensamento, de posições ideológicas. Enquanto nos enfraqueciam, nos convenceram de que toda diversidade é politicamente correta, menos a de pensamento.

Passaram por cima do princípio constitucional básico de que “todos são iguais perante a lei,

Veja Mais

Este site é mantido e atualizado pela empresa Sistema Lacerda de Comunicação Ltda, vinculada à Rede Centro Oeste de Comunicação. Estamos sempre em constante evolução para entregar o melhor aos nossos anunciantes e telespectadores.

Contatos

  • Rua Rio Grande do Sul, 332
    Centro, Pontes e Lacerda - MT

  • (65) 3266-2859

  • contato@tvcentrooeste.com.br

  • Área Restrita

TV Centro Oeste © 2019. Todos os direitos reservados