Sunday, Jan. 21, 2018

Loading...

Iniciativa da Câmara impõe condições para implementação da taxa de coleta de lixo

Escrito por:

|

11 de dezembro de 2017

|

Postado em:

Iniciativa da Câmara impõe condições para implementação da taxa de coleta de lixo

A última sessão legislativa da Câmara de Vereadores teve como grande assunto discutir a implementação da taxa de coleta de lixo que estava imbuída no projeto de lei 2191, de iniciativa do Executivo Municipal.

Após serenados os ânimos entre os parlamentares e o prefeito Alcino Barcellos em reunião da Ordem do Dia – que precedeu a sessão – a maioria dos vereadores ainda abordou o caso da taxa do lixo, mas em tom conciliador.

O vereador Ivanildo Amaral ressaltou que a mudança no projeto de lei tirando a autonomia do Executivo na implementação de taxas foi uma conquista de todos os parlamentares, preferindo não individualizar o mérito.

Anderson Barbosa também elogiou os vereadores pela participação efetiva dos colegas na busca de uma solução consensual no caso do projeto de lei 2191 e disse que pediu ao prefeito que atenda às indicações de todos e não apenas de alguns parlamentares.

Maxsuel Guimarães demonstrou toda a sua indignação contra a postura do prefeito Alcino Barcellos contra os vereadores, em especial contra Anderson Barbosa, em decorrência da discussão da taxa de coleta de lixo. Segundo ele, a Câmara como instituição foi atingida.

Na votação do projeto municipal de saneamento básico foram incluídas duas emendas de iniciativa dos vereadores Ivanildo Amaral e Anderson Barbosa que garantem a realização de uma audiência pública para a implementação da taxa e, concomitante, o encaminhamento de lei específica para aprovação pelos vereadores.

O projeto,  com as emendas, foi aprovado por unanimidade.

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Águas de Pontes e Lacerda comunica que fornecimento será normalizado amanhã
Distribuição de água é interrompida em alguns bairros de Pontes e Lacerda
Deputado Leonardo Albuquerque visita Hospital Vale do Guaporé

(2) Readers Comments

  1. Itamar Lima da Silva
    11 de dezembro de 2017 at 16:59

    Mais um noticia distorcida para a população, em relação ao Legislativo e Executivo, o Município deixa de ganhar, e a população perde muito com isso. A lei não se trata só de Lixo, á lei especifica princípios sobre Saneamento Básico, e como ao que parece, o editor das matérias não que relatar, e acaba sempre passando que está se criando taxas de Lixos, mas não sabe informa sobre a lei.

  2. Ricardo
    13 de dezembro de 2017 at 06:40

    Pagar taxa de coleta de lixo, para o mesmo ir para o Lixão e ser queimado. Assim melhor cada um queimar seu lixo. Porque não implantam aterro sanitário para ai sim cobrar taxa de coleta de lixo.

Deixe um comentário sobre isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

21 de January de 2018

Clear all