A informação é dos próprios vereadores durante pronunciamentos na sessão da última segunda-feira (24/04). Os cerca de quarenta projetos encaminhados para votação pela atual administração municipal foram aprovados pelos parlamentares.

Para facilitar ainda mais a gestão de Barcellos – embora o papel constitucional de poder fiscalizador – as várias denúncias de irregularidades e ações polêmicas do prefeito, nesses primeiros quatro meses, não tiveram ressonância no Legislativo. Pelo menos que seja do conhecimento da população.

Há, na realidade, críticas contumazes por parte de determinados parlamentares. Algumas mais ácidas feitas por Maxsuel Guimarães, Ivanildo Amaral, Antonio Pedrosa, Anderson Barbosa e, ultimamente, Pedro da Pecuária.

Mas não tem passado disso.