Esta segunda-feira(10/12) promete ser uma das mais tensas do ano, na relação da Câmara com o Prefeito Municipal de Pontes e Lacerda.

Está programada para as 7:30 hs uma reunião do Chefe do Executivo com os vereadores. Logicamente, o assunto é o projeto de Lei 2191, que trata dos resíduos sólidos e a criação da Taxa de Coleta de Lixo.

A reunião deve promover o encontro do prefeito com o vereador Anderson Barbosa, a quem – durante a semana – chamou várias vezes de mentiroso, disse para “tirar o traseiro da cadeira” e mandou trabalhar.

Para amenizar o clima Barcellos terá a companhia dos “seus representantes” na Câmara.

A determinação do prefeito é para que os vereadores que o apoiam convençam os demais parlamentares para que o projeto de lei seja aprovado sem emendas ou ressalvas e que fique assegurado que ele nunca cogitou criar a taxa de coleta de lixo.

Já há comentários que algumas obras serão programadas para após a votação. Uma delas é a cobertura do espaço da feira livre. Alguém disse ter ouvido o prefeito dizer que faz até com recursos próprios para cumprir o compromisso.

Bem típico da política brasileira.