O  Corpo de Bombeiros encerrou hoje (09/03) as buscas pelas crianças que desapareceram após caírem no Rio Guaporé, em Vila Bela da Santíssima Trindade. Os trabalhos foram encerrados após 11 dias de buscas e todas as possibilidades esgotadas.

As buscas começaram na segunda-feira, dia 27/02, pouco tempo após a fatalidade. Nos primeiros dias, duas equipes de mergulhadores da Companhia do Corpo de Bombeiros de Pontes e Lacerda revezaram nas buscas.

“Falta de condições e recursos não houve. A gente procurou esgotar todos os meios para chegar na família e apresentar o relatório e ouvir as sugestões deles, mas eles já até tinham aceitado, em parte, essa situação.” Explicou o Comandante do Corpo de Bombeiros de Pontes e Lacerda, Capitão Maia.

Também foi solicitado apoio de uma equipe que mergulhadores de Cáceres que atuou por vários dias. Em seguida teve apoio do Núcleo de Buscas, Resgate e Salvamento com cães que disponibilizou a cadela Sheron que acompanhou a procura por sete dias junto com uma equipe do Grupo de Mergulhadores Autônomos de Cuiabá. Além disso, o Corpo de Bombeiros recebeu apoio da Delegacia Regional de Polícia Civil.

Mesmo com todas as dificuldades como a cor da água, cheia, galhadas, vegetação e a correnteza, as buscas foram realizadas em mais de 55 quilômetros do Rio, passando pela região conhecida como Ritinha.

.