Um adolescente faleceu na tarde desta quinta-feira (17.08), em Cáceres, e a principal suspeita é de que a morte tenha sido provocada por meningite. Fábio Júnior, 15 anos, era morador de Pontes e Lacerda e estudante do IFMT.

Pelas informações, o atestado de óbito do jovem registrava que a causa morte foi a meningite.

A Secretaria de Saúde, de Pontes e Lacerda, em coletiva de imprensa na manhã desta sexta (18), afirmou que entrou em contato com o Hospital onde Fábio estava internado e que ainda não fecharam o laudo que atesta a causa morte. “Eles estão investigando e têm mais quatro possibilidades […] O Hospital colheu material, e está aguardando resultado laboratorial que é o que realmente vai definir o fator e o motivo da causa do óbito desse adolescente.” A secretária Tatiana Paula também explicou que o laudo deve ficar pronto em três dias.

Contra a meningite existem a vacina e também a medicação. A vacina é oferecida como prevenção e a medicação é tratamento da doença. “A medicação, a Secretaria não tem estoque. Estoque é apenas com o Estado.”

Sobre a vacina, a Secretária disse que são realizadas campanhas e que o calendário de vacinação da meningite é permanente.

Uma ação em conjunto do IFMT e a Secretaria de Saúde, fará um levantamento das pessoas que tiveram mais contato com o jovem, principalmente aquelas que passaram mais de 24 horas em local fechado, já que Fábio participou recentemente de jogos escolares que aconteceram no município de Sinop.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, todos os anos há casos de meningite em Pontes e Lacerda. Exemplo disso foi os vários casos registrados em 2013, quando escolas interromperam aulas e ouve uma ação em conjunto entre órgãos da Saúde e da Educação para cessar a disseminação da doença. Na época, uma estudante também morreu.

O IFMT também convocou todos os pais ou responsáveis por alunos matriculados na escola para uma reunião hoje (18), às 18 horas.