A TV Centro Oeste, através de denúncia, divulgou nesta semana que os equipamentos de uma academia ao ar livre estavam depositados há muito tempo em uma residência no Jardim Bela Vista. O morador confirmou que foram funcionários da Prefeitura que entregaram o material. Depois ficou-se sabendo que era de propriedade do Rotary Club e mereceu, inclusive, um vídeo nas mídias sociais postada pelo Prefeito, criticando a reportagem da TV.

Alcino Barcellos deveria ter  tomado a mesma iniciativa que a TV Centro Oeste teve: buscar informações sobre a origem da academia.

Academia do Rotary ou do Governo do Estado

Na realidade, o Rotary Club apresentou em 2015 um projeto ao Governo do Estado de Mato Grosso para comprar 100 academias que deveriam ser implantadas em 54 municípios. O Termo de convênio foi assinado em 23.02.2017 – data do aniversário da Entidade –  pelo governador distrital Eduardo Gomes e Pedro Taques, onde a Secretaria de Cidades liberou dois milhões e cem mil reais para a aquisição dos equipamentos.

Para Pontes e Lacerda foram destinadas duas academias. O Rotary ficou responsável pela instalação nas praças e pela urbanização do local de cada uma, enfim, toda a estrutura necessária. Ainda na fase de projeto o Clube precisou providenciar junto ao Prefeito Municipal a autorização para a instalação em terreno público. Segundo informações de rotarianos, os projetos arquitetônicos foram elaborados gratuitamente. A partir deles, o Clube deve construir a base para a instalação dos equipamentos.

Uma das academias foi montada no Lar do Idoso. A outra deveria ser instalada no terreno da Associação do Jardim Bela Vista, próximo ao trevo de acesso, junto ao campo de futebol. Quando for implantada, a manutenção do espaço – o que inclui plantio de árvores e ajardinamento do local será por conta do Rotary.

Consultado sobre o assunto, um assessor da Chefia da Casa Civil do Governo disse que existe um prazo legal para a implantação das academias e que elas podem retornar ao controle do Estado se o convênio não for cumprido na íntegra, além de outras sanções. Entretanto, ficou de verificar mais detalhadamente o caso e repassar a informação.

Até onde conseguimos informação, a Prefeitura ainda não cumpriu a parte de que é responsável.

Academias da Triunfo e Vila Matão

As duas academias que estão depositadas no prédio do Procon – oriundas de emendas do Deputado Wancley – deveriam estar instaladas desde o final do governo Donizete Barbosa. A contrapartida da Prefeitura é de R$ 20 mil e as despesas com a instalação.

Outra academia -também de emenda do mesmo Deputado – foi implantada na Gleba Pecuária, ao que parece de forma irregular, pois há questionamento na Justiça sobre a instalação.

Falta fiscalização da aplicação do dinheiro público.