O criminoso identificado como J. V. P. S. que admitiu ter agredido e assassinado Rodrigo Silva , 20 anos, na noite de encerramento da 27ª Expoeste já se encontra em liberdade por conta de um Alvará de Soltura (processo 7706-51_2019.8.11.0013) desde a tarde de ontem (08/08). Como foi preso pela Polícia Civil no dia seguinte ao crime, o autor ficou apenas um dia na cadeia.

Entenda o Caso

O crime aconteceu na madrugada da última terça-feira (06/08), após um desentendimento onde a vítima foi atingida por quatro facadas desferidas pelo acusado. Ele foi encaminhado para o Hospital Vale do Guaporé mas não resistiu aos ferimentos, vindo a falecer.

Prisão do acusado

A Polícia Civil de Pontes e Lacerda conseguiu prender J.V.P.S no dia seguinte ao crime. Outros três indivíduos também foram presos porque atearam fogo na casa do criminoso e ainda furtaram objetos da residência como vingança pela morte do jovem.

O autor das facadas foi identificado e autuado em flagrante por crime de homicídio consumado contra Rodrigo Silva, e de um homicídio tentado contra outra vítima que foi esfaqueada, mas sobreviveu. Segundo informações, ele alegou que foi primeiramente golpeado e que revidou à agressão.

Promotor Público quer que criminoso fique preso

O Ministério Público, irresignado pela soltura, ingressou em Juízo com pedido para que o autor do crime permaneça na prisão e não responda ao processo em liberdade.