Marcos Vieira da Cunha | Comandante Geral PM

O cabo da Polícia Militar, Ailton Damasceno Dodô, foi demitido das fileiras da corporação e deve ser excluído nos próximos dias da folha de pagamento do Estado. A decisão assinada pelo comandante-Geral da corporação, coronel Marcos Vieira da Cunha, foi publicada no Diário Oficial do dia 12.

Na mesma publicação há também uma soldado exonerada. De acordo com a própria PM, o cabo foi detido em 2011 na cidade de Pontes e Lacerda após a corporação receber uma denúncia.

Uma equipe de militar seguiu até uma casa no bairro Jardim Ibeck e encontrou o cabo com uma arma irregular, além de 30 quilos de pasta base de cocaína. O militar foi encaminhado ao presídio de Santo Antônio de Leverger e respondeu afastado um procedimento administrativo.

Conforme a publicação do Diário Oficial, o cabo violou valores éticos, morais deveres, e obrigações previstos no Regulamento Disciplinar da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso. As primeiras autorizações feita pelo Comando Geral é a demissão do militar e o recolhimento de sua identidade funcional, além de fardamento e apetrechos que pertençam a Fazenda Pública Estadual que estejam sob posse do cabo.

Nos próximos dias, a Secretaria de Estado de Gestão (Seges) estará sendo comunicada e determinará a exclusão do servidor da folha de pagamento. O comandante-geral também assinou a demissão da soldado Adriene Cruz Aguiar de Oliveira nesta semana.

A PM não passou informações sobre qual foi o motivo de sua exclusão. 

Fonte: Folha Max