Caminhoneiros começaram a deixar na noite de terça-feira (29) a BR174, no perímetro urbano da cidade de Pontes e Lacerda, cerca de 480 km da capital Cuiabá, MT.

Na manhã desta quarta-feira (30) os que ficaram para continuar a mobilização decidiram também deixar o local de forma pacifica. A negociação foi feita pela Policia Rodoviária Federal, através do inspetor Antonio, da sétima delegacia de Pontes e Lacerda, “ Ontem nos conversamos com os motoristas, e de forma pacifica eles liberaram a trafegabilidade dos caminhões e carretas que estavam apoiando a manifestação, alguns foram embora ontem a noite mesmo e hoje pela manhã eles decidiram deixar o local”, Ressaltou o Inspetor.

Durante o manifesto que durou 10 dias, empresários e pecuaristas deram apoio aos caminhoneiros para vencer essa batalha que era de todos os Brasileiros, “Queremos aqui agradecer a todos que nos apoiaram durante esses dias, aqui foi o único lugar onde recebemos suporte, nas outras regiões, tinha caminhoneiro passando dificuldade. Foram dias de luta, mas deixo esse local triste, porque não conseguimos atingir o nosso objetivo, e faltou mais apoio do povo Brasileiro, e nos caminhoneiros conseguimos mobilizar o Brasil”, Destacou o senhor Salvador.

Os alimentos que sobrou e que foram doados para os caminhoneiros serão distribuídos para entidades de Pontes e Lacerda.

Com a liberação da rodovia os postos da cidade receberam combustíveis e filas de mais de km foram formadas para abastecimento principalmente nesse primeiro momento de carros e motos. Segundo especialistas a situação do Brasil deve voltar ao normal nos próximos cinco dias, onde todos os postos de combustíveis e rede de alimentos serão reabastecidos.