Sunday, Mar. 24, 2019

Carregando ...

Caravana da Transformação já realizou mais de 43 mil cirurgias oftalmológicas em Mato Grosso

Escrito por:

|

22 de fevereiro de 2018 às

10:39

|

Postado em:

Caravana da Transformação já realizou mais de 43 mil cirurgias oftalmológicas em Mato Grosso

Tendo como objetivo zerar as filas de intervenções cirúrgicas na área de oftalmologia em todo o Estado, o Governo de Mato Grosso já realizou 43.029 mil cirurgias de catarata, pterígio e yag laser nas Caravanas da Transformação. Ao todo, o programa que foi iniciado em 2016, já registrou 65.532 mil consultas, 33.186 mil cirurgias de catarata, 3.421 mil operações de yag laser e 6.422 mil cirurgias de pterígio.

Além dos atendimentos de saúde, a população também conta com serviços de cidadania, que facilitam o acesso a emissão de documentos como RG e Carteira de Trabalho, certidões, quitação de dívidas tributárias, audiências de conciliação e mediação, exposições, palestras, cursos e treinamentos que resultaram em 264.448 mil atendimentos.

Para o governador Pedro Taques, a Caravana é um dos principais programas de Governo, pois é a concretização de política pública de saúde para aqueles que mais precisam. “O sentimento que fica é de que estamos cumprindo o nosso dever com o cidadão tendo seus direitos concretizados. A Caravana é um instrumento para a garantia de cidadania. Eu tenho muito orgulho desse programa, pois muda a vida das pessoas que são atendidas. Estamos atingindo todas as regiões do Estado e em breve faremos a edição de Cuiabá”, disse o governador.

Para assegurar a qualidade da cirurgia, a Caravana dispõe de uma equipe médica qualificada e acompanhamento pós-operatório desenvolvido pela empresa 20/20. Todos os procedimentos são supervisionados por equipes da Vigilância Sanitária, e os pacientes têm a garantia de acompanhamento médico 24h após a cirurgia, sete dias após o procedimento e 30 dias depois na cidade onde a Caravana está sediada, assim como a unidade fixa de atendimento localizada em Várzea Grande. Esta avaliação é necessária para que o paciente receba a alta médica.

Os pacientes atendidos têm idade acima de 55 anos e não têm qualquer custo pessoal com a cirurgia, deslocamento, ou alojamento, pois todo este processo é feito em parceria com as prefeituras municipais. Além de auxiliar a população que não tem condições de pagar uma cirurgia ou consulta particular, a Caravana é realizada com recursos próprios do Estado e todos os procedimentos são pagos com valores da tabela SUS. Cada consulta custa R$ 10,00; o custo dos exames varia de R$ 3,37 a R$ 24,24; o valor de cada cirurgia de catarata é R$ 643,00.

“A Caravana é uma oportunidade única para as pessoas que hoje esperam por tratamento e que não têm condições de realizá-lo na rede particular, devido ao alto custo. O apoio da comunidade local e do poder público são fundamentais para o sucesso da Caravana. Uma das nossas preocupações é realizar o nosso trabalho com segurança e eficiência”, afirmou o secretário de Estado do Gabinete de Governo e coordenador-geral da Caravana, José Arlindo de Oliveira.

A primeira edição da Caravana da Transformação foi realizada em Barra do Bugres em julho de 2016. Depois vieram as edições de Peixoto de Azevedo, (setembro/2016), Canarana (novembro/2016), Jaciara (janeiro e fevereiro/2017), São José dos Quatro Marcos (março/2017), Porto Alegre do Norte (abril e maio/2017), Alta Floresta (junho/2017), Barra do Garças (agosto/2017), Juína (setembro/2017), Tangará da Serra (outubro/2017) e Rondonópolis (dezembro/2017). Sendo que em Tangará bateu recorde na realização de cirurgias oftalmológicas, com 5.529 cirurgias – 4.217 de catarata, 674 de pterígio e 638 yag lasers.

E durante os dias 25 á 03 de Março, a cidade de Cáceres vai receber Caravana da Transformação,  realizando vários atendimentos.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Associação Comercial e Sindicato Rural se reúnem para preparar divulgação de Pontes e Lacerda em Lucas do Rio Verde
Associação Comercial vai ingressar com mandado de segurança coletivo contra cobrança da TACIN
Motociclista na contramão e suspeito de estar embriagado bate em caminhão na Av. Marechal Rondon

Deixe um comentário sobre isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*