A grande maioria dos vereadores de Pontes e Lacerda está em polvorosa com as ações do prefeito Alcino Barcellos que está conseguindo provocar uma “ciumeira” entre os parlamentares.

Barcellos tem desrespeitado sistematicamente as indicações de alguns vereadores. Quando o prefeito  decide atender, informa  um dos dois ou ambos  os “papagaios de pirata” que não saem do seu ombro, provocando irritação nos demais parlamentares.

Foi assim no início da pavimentação de algumas ruas do Bairro Morada da Serra. Apenas Juninho Cabelereiro e Lero Lero – e sempre eles – sabiam que as obras iriam começar e foram os únicos que compareceram no local onde estavam as máquinas da secretaria de Obras.

E mais, os dois estiveram reunidos com os demais parlamentares e não comunicaram os colegas, procurando claramente aparecerem sozinhos diante da população do bairro para ” faturarem  sozinhos os bônus políticos daquela obra”.

É bom lembrar que a pavimentação no Bairro Morada da Serra foi motivo de cobranca e indicações de quase todos os vereadores, ainda no mandato anterior.

“Isso é trairagem do Juninho e, principalmente do Lero Lero. O Rogerio devia lembrar que passamos a mão em cima dele num caso de  assinatura do Antonio da Dengue num projeto para agradar uma família numerosa de Pontes e Lacerda”, alfinetou um vereador. Ao ser inquirido para dar mais detalhes, ele desconversou e encerrou a conversa.

Mas ainda deu tempo de ouvir do parlamentar queixoso: “Quem tem sujeira jogada para debaixo do tapete, tem que andar na linha”.