A Prefeitura de Pontes e Lacerda estaria colocando em sala de aula os Técnicos de Desenvolvimento Infantil, que são servidores contratados unicamente para auxiliar os professores.

Segundo denúncias, os TDIs estão aplicando aulas nas escolas municipais sem acompanhamento de professores e ainda trabalhando nos locais para os quais são contratados (principalmente nas Creches Maria Galvão Neto e Oriel Mendes Lucas), excedendo dessa maneira a carga horária quando deveriam trabalhar somente seis horas por dia.

A remuneração pela dupla jornada desses profissionais estaria sendo programada para ser paga como se fosse hora extra.

Essa situação está acontecendo na rede municipal de ensino, admitida pelo secretário de educação. Segundo ele, foi a forma encontrada para iniciar o ano letivo até que os professores aprovados no teste seletivo sejam contratados.

Conforme conseguimos apurar, desses “professores substitutos” apenas um possui o Curso de Pedagogia, que o qualifica a dar aulas.