O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) iniciará estudo técnico para  implantação de vias marginais nos municípios da região oeste, cortados pelas rodovias BR-174 e BR-070. O Dnit também avalia obras de melhorias na Serra do Mangaval, em Cáceres.

A iniciativa atende aos pedidos do deputado estadual Wancley Carvalho (PV) e deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), que debateram o assunto ontem (08), em Brasília, com o diretor de Infraestrutura Rodoviária (DIR) do DNIT Luiz Antônio Garcia.

Wancley reivindicou a construção de quatro quilômetros de vias laterais, anexas a BR-174, em Pontes e Lacerda. “Esse acesso é muito importante para dar segurança aos moradores e pedestres daquela região. Além disso solicitamos obras de melhorias na entrada de Porto Esperidião, Conquista D’Oeste, Comodoro e nas regiões de Adrianópolis, Cacho e Caramujo”, destacou o parlamentar.

Dados estatísticos revelam o risco de acidentes em áreas urbanas cortadas por rodovias, já que existe tráfego intenso de veículos pesados e em alta velocidade.

O deputado Ezequiel Fonseca (PP) lembrou que a reivindicação também conta com o apoio do senador Wellington Fagundes (PR). “Nessa reunião em Brasília, junto com o Wancley, ficou acertado que o Dnit iniciará estudos técnicos para realizar obras que melhorem o acesso a todos os municípios cortados por essas duas rodovias, entre Cuiabá ao estado de Rondônia”, finalizou o deputado.

Os deputados também solicitaram a necessidade de duplicação da pista nos três quilômetros de extensão da rodovia que corta a Serra do Mangaval, um dos trechos com maiores índices de acidentes em Mato Grosso.

 

Fonte: Eduardo Cardoso / Assessoria Wancley