A diretoria do Hospital Vale do Guaporé convocou a imprensa para justificar as denúncias de demora no atendimento a pacientes que chegam a esperar até quatro horas para recepção daquele Hospital. A  enfermeira Cissa Amaral disse que a prioridade é para os pacientes que chegam de algum acidente, mal súbito, ou qualquer outro problema semelhante. Esses, que provavelmente chegam de ambulância, são recepcionados diretamente pelo box e são atendidos imediatamente.

Foi divulgado que o sistema de atendimento do Hospital segue um protocolo de classificação de risco  que leva em conta toda a complexidade da doença, do grau de sofrimento do paciente e seus familiares e o tempo de espera.  A triagem segue orientação do Ministério da Saúde e distribui uma pulseira colorida que identifica a classificação para o atendimento. Cada cor significa um grau de emergência e o tempo máximo que você deverá esperar para ser atendido.

De acordo com a diretora administrativa, Eliana Marchioreto Matsuda, a maior parte dos atendimentos que foram feitos no mês de abril  nas cores verde e azul  – urgência menor – poderiam ser feitos em Postos de Saúde. Para o hospital,  deveriam ser os de muita urgência.

A direção do Hospital insiste para que sejam claramente definidos pelas autoridades de saúde e, consequentemente pela população, quais os atendimentos que são responsabilidades dos ESF’s.

Veja como é o protocolo que define os critérios de atendimento na recepção do Hospital: