Em busca de mais transparência e lisura no processo eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE/MT) lançou, no pleito de 2016, o aplicativo Caixa 1, criado para ser um captador de informações relativas aos gastos de campanha dos candidatos e verificar se as prestações de contas estão dentro da realidade, ou seja, combater o caixa dois.

Isso vai ocorrer por meio do cruzamento de dados oficiais de órgãos, como Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Cadastro Único, e-Social, Polícia Federal, Receita Federal, Renavam, tribunais de contas do Estado e da União, bancos, entre outros, com os dados fornecidos pelos candidatos, seus prestadores de serviços e informações levadas pela população, por meio do aplicativo, que pode ser baixado em aparelhos do sistema Android.

Neste ano, os candidatos terão que prestar contas à Justiça eleitoral de tudo o que foi arrecadado e gasto em suas campanhas a cada 72 horas. E essas informações serão disponibilizadas a toda a população pelo site do TRE ou pelo aplicativo.

Na ferramenta, o eleitor ficará informado sobre os valores relativos aos limites de gastos para todos os cargos disputados (presidente, governador, senador, deputado federal e estadual), ter acesso aos gastos dos candidatos da eleição passada e às listas de bens dos políticos e ainda receber e informar dados sobre os gastos dos atuais candidatos. Esta última opção disponível a partir do dia 15 de agosto, quando começa a propaganda eleitoral.

Fonte/ MT Via Rádio