No município de Porto Esperidião nas proximidades da comunidade rural Morada do Sol, região de fronteira com a Bolívia, equipes do Grupo Especial de Fronteira(Geforn) prenderam quatro suspeitos e apreenderam mais de 150 kg de droga, sendo 95.1 kg de pasta base e 58.1kg de substância análoga ao cloridrato de cocaína. A ação ocorreu na noite desta segunda-feira (20.06), por volta das 20hs.

Os quatro suspeitos presos, dois bolivianos e dois brasileiros, foram flagrados enquanto caminhavam por uma região de mata. Eles carregavam a droga sobre os ombros, ou seja, operavam para o tráfico no estilo “mulas humanas”. De acordo com o registro do Gefron, os presos são todos jovens. Dois deles recém completaram 21 anos, os outros dois também têm idade similar, 26 anos, com diferença de meses.

Essas prisões são resultado da operação Hórus/Vigia, uma força-tarefa contínua do Gefron no combate aos crimes de tráfico, roubo de carros, entre outros na área da fronteira Brasil-Bolívia no Estado de Mato Grosso.

De acordo com os cálculos do Gefron, as duas apreensões representam um prejuízo de quase R$ 3,2 milhões ao crime organizado. Além da questão financeira, a atuação policial especializada impediu que 92 tabletes de pasta base e 53 de cloridrato de cocaína chegassem ao mercado consumidor e se transformassem em milhares de pequenas porções para consumo humano. Os quatro suspeitos e a droga foram encaminhados à Delegacia Especial de Fronteira(Defron), sediada em Cáceres.

 

 

Caceresnoticias