O ano de 2018 começar com corte de gastos em diversos setores, um deles nas festividades de Carnaval, que não serão financiadas pelo Governo do Estado. Isso deverá impedir que deputados direcionem emendas para os municípios.

De acordo com Pedro Taques essa é mais uma medida para enfrentar a crise econômica no Brasil. “Em razão da grave crise financeira que assola a macroeconomia em caráter nacional e seus reflexos no âmbito estadual, no ano de 2018 não será possível ao Poder Executivo prestar auxílio financeiro para realização das festividades de Carnaval”, afirmou o governador, em um comunicado enviado a Assembleia Legislativa na ultima quarta-feira.

Desta maneira o governo espera priorizar  outros serviços públicos, que são direitos dos cidadãos.  

“Na oportunidade, ao passo que solicito a extensão dessa comunicação aos demais Membros desse Egrégio Parlamento, aproveito para renovar os votos de consideração e respeito”, finalizou Pedro Taques. 

Fonte: Hipernotícias com Adaptação TVCO