Aderindo ao chamamento de movimentos sindicais, vários servidores públicos paralisaram as atividades de alguns órgãos e fizeram manifestações pelo país nesta sexta-feira (28.04). Eles são contrários as reformas da previdência e trabalhista.

Em Pontes e Lacerda, hoje pela manhã, houve um ato na praça Miguel Gajardone reunindo servidores da Unemat, do Detran e da rede estadual de educação básica. Mesmo com a ameaça de corte de ponto dos servidores públicos municipais, muitos professores e outros profissionais da educação aderiram ao movimento e também foram para o ato.

Procurado, o Secretário de Educação Alan Oliveira, disse que só vai saber quem são os servidores faltosos no final do próximo mês, mas não confirmou se haverá mesmo o corte do ponto.

O comercio local, prestadores de serviço, setor produtivo e demais atividades da iniciativa privada trabalharam normalmente.

.

Fotos: Eder Salomão