A advogada Camélia Rosana registrou, ontem (08/01), um boletim de ocorrência sobre uma situação embaraçosa ocorrida com uma interna do Lar do Idoso Irmã Afonsina. A idosa teria pego carona com um homem e foi deixada no centro da cidade sem nenhum supervisor.

Por volta de 17h00min a interna, que costuma ficar no portão da casa de apoio, pediu carona para um motorista que passava pela região e foi parar no centro da cidade. Lá algumas pessoas tentaram ajuda-la a voltar para casa, já que ela não conseguia informar ao certo o seu endereço. A funcionária de um posto de combustíveis entrou em contato, inclusive, com a Assistência Social para tentar ajudar a senhora, foi quando um senhor que afirmou conhecer a idosa e sua família, a levou em segurança para a casa dos parentes.

Indignada com a situação, a Advogada Camélia Rosana, resolveu entrar em contato com a polícia e registrar o fato. Segundo ela, o homem que deu carona a idosa deveria ter se informado com a direção do Lar do Idoso antes de leva-la a qualquer lugar. Uma vez que nenhum interno sai do local sem permissão dos parente ou até mesmo dos responsáveis pelas internações. ” Pelas características dela, a pessoa deveria ter o bom censo de entrar lá no escritório e se informar sobre a situação. Quem pegou ela, soltou ela na rua. Um irresponsabilidade! “ disse a advogada.