A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) prendeu um homem suspeito de ter assassinado a jovem Dennila Cris Dantas Barbosa, de 19 anos, na cidade de Araputanga, na última quarta-feira (16). A prisão aconteceu em Cuiabá, nesta quinta-feira (17).

De acordo com investigações, o agressor teria forjado uma cena de suicídio para tentar se livrar do crime. A mulher foi encontrada morta por familiares, com um corte profundo no pescoço e uma faca na mão.

“Ele saiu da cidade de forma muito repentina. Ele confirma ter um relacionamento e estado com essa moça, mas disse que não a matou. Um notebook da vítima estava com ele e esse comportamento de saída repentina e a simulação do suicídio conduzem a ele como autor do homicídio”, afirma o delegado Caio Albuquerque.

O agressor, inclusive, teria simulado uma carta de despedida no computador da vítima, para que as pessoas acreditassem que ela teria cometido suicídio.

A saída repentina dele da cidade, pouco antes da descoberta da morte da vítima, foi comunicada por taxistas da cidade e é um dos indícios que levam a crer que ele seja o autor do assassinato. Ainda conforme a Polícia Civil, a profundidade do corte no pescoço da vítima é incompatível com a situação de suicídio.

Segundo a Polícia Civil, o homem foi preso dentro do Shopping Popular de Cuiabá, fazendo compras e não esboçou reação após a detenção. Ele confirma ter estado com a mulher, mas nega ter cometido o assassinato.

O detido será encaminhado para a delegacia de Araputanga, que é responsável pelas investigações.

 

Cáceres Notícias

 

Atualizada à 16:25

De acordo com as informações, a jovem teria conhecido o suspeito através da internet e viajou para o Estado do Ceará (CE) para conhece-lo. Os gastos da viagem foram custeados pelo suspeito de cometer o crime contra a jovem, que ficou, aproximadamente, sete dias na companhia do rapaz e retornou para Araputanga.