O Instituto Federal de Mato Grosso Campus Pontes e Lacerda- Fronteira Oeste lançou o Processo Seletivo Simplificado, nesta sexta-feira (6), para o curso técnico em Eletrotécnica, subsequente ao Ensino Médio, em Vila Bela da Santíssima Trindade, por meio de acordo de cooperação com a prefeitura. A Seleção é regida pelo Edital 007/2018 que pode ser acessado no site: www.plc.ifm.edu.br. Os interessados devem comparecer, até dia 13, a Secretaria Municipal de Educação de Vila Bela, das 7h às 12h, com a documentação exigida no item 2.2 do Edital. São oferecidas 60 vagas e não é cobrada taxa.

No ato da inscrição, o candidato poderá optar por concorrer às vagas reservadas, estabelecidas na Lei 12.711/2012, com alterações introduzidas pela Lei 13.409/2016, no Decreto 7.824/2012, com alterações introduzidas pelo Decreto 9.034/2017, na Portaria Normativa 18/2012, Portaria Normativa 21/2012 e alterações introduzidas pela Portaria Normativa 9/2017 (item 7 Reserva de vagas), ou às vagas pela ampla concorrência. Em conformidade com a legislação, o IFMT reserva 60% das vagas de todos os cursos e turnos para candidatos que tenham cursado o ensino médio na rede pública de ensino (municipal, estadual ou federal).

Conforme o Edital, a seleção constará de análise curricular do histórico escolar do candidato dos três anos cursados no Ensino Médio. O resultado preliminar será divulgado no dia 17 de abril, por meio do site do Campus. Já o resultado final com a relação dos candidatos aprovados e classificados será publicado no dia 20 de abril.

O curso técnico subsequente em Eletrotécnica objetiva a formação de profissionais capacitados a instalar, operar e manter elementos de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, participando da elaboração e do desenvolvimento de projetos de instalações elétricas residenciais, prediais, industriais e iluminação pública. O técnico em eletrotécnica tem atuação em todas as áreas do setor elétrico, estendendo seu campo de trabalho por diversos seguimentos do setor produtivo, tanto na indústria quanto na prestação de serviços, como são os casos das empresas produtoras de energia elétrica, distribuidoras de energia (concessionárias) e das indústrias de setores diversificados que se utilizam de máquinas e equipamentos elétricos.

Fonte: Weverton Correa| Assessoria