Um incêndio iniciado no sábado (28) destruiu 400 hectares de uma plantação de milho e um trator em uma fazenda no município de Campos de Júlio, a 228 km de Pontes e Lacerda. O prejuízo, segundo estimativa dos proprietários, é estimado em R$ 600 mil.

Segundo Cléia Tomé, filha do proprietário da plantação, o fogo começou na Aldeia Uirapuru, depois que os índios, como tradição, colocaram fogo no capim para caçar.

De acordo com Cléia, a região não possui Corpo de Bombeiros e o fogo foi controlado com a ajuda de vizinhos e funcionários de uma usina próxima a propriedade. O incêndio durou cerca de 5 horas e 30 minutos até ser controlado. “O prejuízo foi grande. Em parte ainda dá para aproveitar para fazer ração para o gado”, contou.

Cléia ainda diz que é comum que incêndios ocorra nessa época devido ao tempo seco.“Por causa dos riscos de incêndio nessa época, estamos sempre colhendo. Temos tanque de água e grades, mas, mesmo assim, as pequenas queimadas tomam uma grande proporção por causa do vento”, explicou.

Outro incêndio

Outra plantação de milhoem Campos de Júlio foi parcialmente destruída nessa terça-feira (31). A propriedade atingida fica a 10 metros da plantação atingida no sábado.

Cerca de 50 hectares da plantação foram destruídos. Segundo Cléia, o fogo na lavoura do vizinho começou devido a um problema mecânico em uma colheitadeira que eles utilizam na lavoura. O fogo demorou 2 horas e 30 minutos para ser controlado.

FONTE: G1 MT.