Jovem de Pontes e Lacerda é preso nos Estados Unidos

Michelle Garcia

26 de abril de 2019

Jovem de Pontes e Lacerda é preso nos Estados Unidos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Anúncio NOTICIAS

Membros de uma gangue intitulada como Primeiro Comando de Massachusetts (PCM), foram indiciados e presos nesta quinta-feira (25/04), em Massachusetts. O motivo é por promoverem crimes violentos, incluindo tráfico de drogas, tráfico de armas de fogo, roubos e sequestros.

Vários policiais estiveram envolvidos na prisão dos brasileiros, e de acordo com eles, os membros estão ativamente envolvidos em crimes violentos, incluindo a venda ilegal de armas de fogo, tráfico de drogas, roubos, sequestros e assaltos armados em inúmeras comunidades em Massachusetts, incluindo Boston, Malden, Everett, Somerville, entre outras comunidades.

Durante a investigação, a polícia apreendeu 31 armas de fogo, incluindo 27 pistolas, duas espingardas de cano curto, uma espingarda, um rifle e centenas de cartuchos de munição. Os réus são acusados de cometerem inúmeras infrações penais.

Entre os brasileiros presos, está o pontes lacerdense R. T, de 19 anos, conhecido como “Dentinho”, que está ilegalmente nos Estados Unidos e estava com uma arma de fogo. Contra ele recai o crime de negociar arma de fogo sem licença.

M. C, apelidado de “Marcinho” e “Marcinn”, 28, de Malden, é o suposto líder do PCM. Ele foi preso e acusado de conspiração RICO (Racketeer Influenced and Corrupt Organizations), conspiração para cometer roubo, conspiração para distribuir substâncias controladas e de se envolver em um negócio de lidar com armas de fogo sem licença.

Entre os outros presos estão J. P. M. G. G, chamado de Bahianinho, de 21 anos de idade; B. H. da S, 20; Á, dos S. M, 22; E. da S, 19; I. C, 20; V. G. de A; R. T, 19; R. de F, 21; E. C.-N, 23; F. de O, 24; M. N, 21; F. C, 19; e J. R, 26 anos.

A acusação de envolver-se no negócio de armas de fogo sem uma licença, prevê uma sentença de até  cinco anos de prisão, três anos de liberdade supervisionada e uma multa.

A acusação de porte de arma de fogo não registrada, prevê uma sentença de no máximo 10 anos de prisão, três anos de liberdade vigiada e multa.

Fonte: Diário de Cáceres

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Este site é mantido e atualizado pela empresa Sistema Lacerda de Comunicação Ltda, vinculada à Rede Centro Oeste de Comunicação. Estamos sempre em constante evolução para entregar o melhor aos nossos anunciantes e telespectadores.

Contatos

  • Rua Rio Grande do Sul, 332
    Centro, Pontes e Lacerda - MT

  • (65) 3266-2859

  • contato@tvcentrooeste.com.br

  • Área Restrita

TV Centro Oeste © 2019. Todos os direitos reservados