Mato Grosso já registrou 117 ocorrências de furtos, assaltos a bancos e arrombamentos a caixas eletrônicos em 2018. Os dados são da Polícia Civil de Mato Grosso.

Os números incluem cinco casos registrados no último fim de semana e na segunda-feira (6) em Campo Verde, Várzea Grande, Cuiabá e Pontes e Lacerda.

De acordo com a Polícia Civil, até o momento foram registrados 99 ocorrências de arrombamento. Desses, 55 foram tentativas de furto e em outros 44 casos os assaltantes conseguiram furtar as agências bancárias.

Geralmente os ladrões quebram paredes, entram pelos telhados ou forçam a entrada dos locais com barras de ferro.Ainda no levantamento, a Polícia Civil contabilizou quatro roubos em instituições bancárias. Também foram registrados 14 arrombamentos a terminais de caixas eletrônicos.

No último dado, os dados abordam situações em que os assaltantes apenas tentaram e não conseguiram, como também casos em que conseguiram abrir os caixas eletrônicos.

Três homens foram presos na madrugada de domingo (5) suspeitos de terem tentado frtar uma agencia bancaria no bairro jardim Shari-la em Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, os três suspeitos quebraram a parede da agência, mas não conseguiram abrir o cofre do local.

Já no sábado (4), dois ladrões foram presos ao tentarem furtar envelopes de deposito da caixa econômica federal no bairro cristo rei  em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

No domingo, ladroes explodiram caixas eletrônicos da caixa econômica e fizeram moradores reféns em campo verde , a 139 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, sete homens encapuzados e armados com pistolas e fuzis participaram do ataque. Ninguém ficou ferido.

Na segunda-feira (06/08) foi em Pontes e Lacerda  assaltantes invadiram uma cooperativa de credito e depois arrobaram os cofres e caixa eletrônico  

Por último,cinco homens e uma mulher foram presos na segunda feira (06/08) em Brasnorte, a 580 km de Cuiabá, por suspeita de envolvimento numa tentativa de furto em uma agência bancária, naquele município.