Com quase 9 mil focos até agosto deste ano, Mato Grosso lidera o ranking de queimadas no país, segundo dados do Corpo de Bombeiros. No Brasil, de acordo com o levantamento, foram registrados mais de 52 mil focos de queimadas.

O período de proibição das queimadas em zona rural começou no dia 15 de julho e vai durar 90 dias, até o dia 15 de outubro, podendo ser prorrogado.

De acordo com os bombeiros, a maioria dos incêndios são causados pela própria ação do homem.

O responsável por incêndios em terrenos pode ser multado em até R$ 3 mil.Fuligem causada pela queimada, pode ocasionar problemas de saúde como rinite, e doenças mais graves como a bronquite.

O inverno com baixa umidade relativa do ar aumenta o número de queimadas e os médicos alertam são para os riscos, principalmente com a fumaça e a fuligem, muito comuns nessa época.

O ideal é manter os ambientes umidificados com pano úmido ou bacia com água; limpar cortinas e tapetes; abrir as janelas para a entrada da luz do sol; inclua alimentos ricos em vitamina C na dieta; e beber bastante água.