Os médicos, enfermeiros e servidores do Hospital Santa Casa estão há aproximadamente dois meses sem receber salário. Uma reunião será realizada na sexta-feira(03-11) para tratar deste assunto. Está prevista a presença do prefeito Alcino Barcelos, deputado Wancley Carvalho, além do diretor do Escritório Regional de Saúde Romes Amurim.

Já não é a primeira vez que está acontecendo isso, profissionais da entidade hospitalar já cruzaram o braço esse ano por falta de pagamento, até manifesto foi realizado na praça para chamar atenção do Governo do Estado, que não passa o repasse para o hospital desde do mês de julho, e o não pagamento está causando transtorno, e os funcionários podem entrar em greve novamente.

Segundo informações, nos corredores do hospital os médicos podem deixar de atender a qualquer momento, mas não se trata de greve, pode ser que alguns parem de atender, porque o contrato vence no mês de novembro, e ainda não foram chamados para renovar o contrato. Mas já os funcionários estão pensando em greve, porque não estão conseguindo mais segurar as dívidas, tem gente precisando de ajuda de famílias para pagar contas de Agua e de Luz e até alimento.

A direção da Santa Casa informou, que a falta de pagamento por parte do Governo do Estado, está se agravando a situação, e não é por falta de cobrar. Falta agora o empenho da prefeitura e das autoridades políticas estaduais em continuar lutando para o Hospital Santa Casa, não fechar por falta de pagamento aos profissionais.

Mas no meio de tanta notícia ruim, a boatos que o Governo vai manter o valor R$ 650 mil reais, nos meses de Novembro e Dezembro, mas se não realizar o pagamento dos meses de Julho, Agosto e Setembro, é chover no molhado, e a saúde de Pontes e Lacerda vai continuar na UTI.