Tuesday, Jul. 23, 2019

Carregando ...

Morador reclama de falta de ação ao prefeito Alcino, que manda procurar o ex-prefeito Miotto

Escrito por:

|

22 de março de 2019 às

16:41

|

Postado em:

Morador reclama de falta de ação ao prefeito Alcino, que manda procurar o ex-prefeito Miotto

Parece que o excesso de recursos que o prefeito Alcino Barcellos tem para administrar (R$ 115 milhões de orçamento para 2019 mais R$ 10 milhões de economia em 2017 e 2018 e liberdade para remanejar verbas no orçamento cedidas gentilmente pela Câmara de Vereadores) pode ter deixado o Prefeito com o humor estragado. Ou as denúncias que estão chegando ao Ministério Público tem afetado a sensibilidade do representante do Executivo Municipal.

A discussão ocorreu durante uma visita na ponte da Av. Municipal, no final do ano passado. O morador, que era o guarda da empresa que executava a obra, cobrou a intervenção do prefeito na Rua José Alves Ferreira, próximo à nascente do Córrego Buriti, que não tem a travessia.

O diálogo entre o político e o cidadão girou em torno do sentimento deste quando a falta de obras estruturais da atual gestão. O morador criticou a administração do ex-prefeito Donizete e a atual, dizendo que nada de novo estava acontecendo em Pontes e Lacerda nesses dois últimos mandatos.

Alcino Barcellos não perdeu tempo e “fuzilou”: “Não está contente? Vai procurar o Miotto!”.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Diamante Odontologia Popular é inaugurada em Pontes e Lacerda
Caixa divulga novo calendário de pagamento do abono salarial
Sicredi de Araputanga realiza entrega de uma moto e 30 mil reais da Promoção 30 anos Sicredi

(1) Reader Comment

  1. Paulo Ferreira
    25 de março de 2019 at 10:13

    Alcino mandou procurar o Nilton Miotto, porque ele sabe que o Miotto foi um administrador muito competente, ao contrário do atual prefeito. Pontes e Lacerda hoje sente falta do Miotto, Donizete, e até do Miura... A que situação chegamos...

Deixe um comentário sobre isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*