Cinco pessoas foram presas em Pontes e Lacerda, depois de comprarem e repassarem notas falsas no comercio da cidade. As notas imitavam as verdadeiras  de tal forma, que  às vezes nem nas canetinhas elas eram identificadas.

Segundo a Polícia Judiciaria Civil, os jovens identificados com as iniciais J.R.L,18 anos, G.R e K.F.O, ambos 19 anos, além de E.F.S, 23 anos e R.S.T de 22 anos, estariam aplicando golpe no comercio com notas falsas. As notas eram mais usadas para a compra de produtos alimentícios principalmente no período da noite, e eram contratados o serviço de entregas.

Em uma dessas ações a Polícia desconfiou e iniciou uma linha de investigação que culminou na prisão dos suspeitos. Na Delegacia todos optaram pelo o silêncio.   

De acordo com informações no Boletim de Ocorrências, os suspeitos foram detidos com cerca de R$ 620,00 reais. As notas eram adquiridas pela internet vindas de outro Estado e, ao chegarem nas mãos de um dos detidos, ele fazia a comercialização. Também chegou a criar várias páginas falsas na internet, para comercializar as notas falsas.

Foi muito importante o comerciante que foi lesado ter procurado a Polícia porque, dessa maneira, em menos de 24 horas de receber a nota falsa, cinco pessoas já estavam presas.  “Isso mostrar o quanto é importante a participação da comunidade, porque com a primeira nota apreendida, chegamos a esse grupo que estava cometendo um crime federal, e deixando prejuízo para os empresários”, explicou o Delegado Cleiton Queiros.

Os suspeitos são moradores de Pontes e Lacerda e serão encaminhados para o CDP onde responderão pelo crime de falsificação de moedas, que prevê pena de três a seis anos de reclusão.

Qualquer empresário que foi vítimas nos últimos meses por ter recebido nota falsa deve procurar a Delegacia para ser ouvido e ajudar nas investigações da Polícia.