Multas de trânsito poderão ser pagas usando cartões de débito ou crédito, possibilidade que antes só era dada para punições aplicadas em veículos registrados no exterior. A medida, que é uma autorização para que os órgãos a executem na prática foi publicada nesta quarta no Diário Oficial da União.

Para isso, foi extinta uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que proibia o parcelamento das multas.

O Ministério das Cidades afirmou que o objetivo é de se adequar “aos métodos de pagamento mais modernos utilizados pela sociedade” e permitir o pagamento dos débitos.

A ideia é reduzir a inadimplência relativa ao pagamento das multas de trânsito e outras dívidas, já que será feito o compromisso financeiro entre o titular do cartão e a operadora, que assume o risco do crédito. 

 

Fonte: MT Via Rádio