Quinze pessoas acusadas de integrar uma organização criminosa, investigada em crimes de roubos de veículos e tráfico de drogas, na fronteira de Mato Grosso, foram presas durante a primeira e segunda fase da operação “Furto Vitae”, da Polícia Judiciária Civil de Pontes e Lacerda.

Neste sábado (03.06), policiais da Delegacia de Polícia Civil de Pontes e Lacerda, em continuidade as investigações, cumpriram nove mandados de busca e apreensão e quatro de prisão preventiva. Quatro suspeitos tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos e também foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e munições e associação criminosa, por terem sido encontrados com duas armas de fogo, munições e drogas.

Todos os 15 membros estão indiciados em crimes de roubos, receptação, posse de arma de fogo, tráfico e associação ao tráfico de drogas,

Durante a investigação, a Polícia Civil conseguiu identificar que os suspeitos tinham como alvo a subtração de motocicletas, posteriormente, usadas como meio para cometer outros roubos, principalmente, de caminhonetes com destino à Bolívia e lá  trocadas por droga.

A primeira fase na operação aconteceu no dia 22 de maio de 2017, quando dois membros da organização foram presos e também apreendidos drogas, armas de fogo, usadas nos assaltos, além de uma motocicleta.

As investigações continuam para localizar e prender outros possíveis membros do grupo criminoso.

.

.

Fonte: Assessoria | PJC-MT com redação TVCO