O comandante do 12º Comando Regional de Polícia Militar em Pontes e Lacerda, que tem a frente os tenente-coronel Jabes e Chaves, divulgou nessa terça-feira, 2 de janeiro, um balanço geral dos trabalhos desenvolvidos pela unidade policial em 2017, em Pontes e Lacerda uma das áreas de atuação do comando.

Segundo o balanço, de 1 de janeiro a 31 de dezembro do ano passado os policiais lotados na companhia atenderam mais de 15 mil chamados da população.

Durante esse período a Polícia Militar também tirou de circulação várias armas de fogo, promovendo assim a redução no número de homicídios na cidade, que o ano de 2016 foram registrados 19, e em 2017 reduziu para 11 casos. Recuperou veículos com ocorrências de furto ou roubo e realizou a apreensão de drogas, fator que além de prevenir o aliciamento de jovens para o consumo de entorpecentes, também causou um grande impacto na contabilidade do narcotráfico.

Fechou o cerco contra o tráfico de drogas e obteve êxito através do serviço de inteligência locais que são usados para a venda de entorpecentes conhecidas “como BOCA DE FUMO”.

Número de roubos e furtos também diminuíram; furtos em 2016 foram registrados 642, já em 2017, 566 casos. Roubos em 2016 foram 229, e o ano passado 176.

Em 2017 a polícia realizou também várias operações destinadas aos bairros de Pontes e Lacerda, como o “Bairro Seguro”, fiscalizando lanchonetes, bares e pessoas em atitude suspeita. Com o objetivo de levar tranquilidade para os moradores e visitantes da cidade.