Setenta e seis relógios furtados de duas joalherias, nas cidades de Jauru e Figueirópolis do Oeste, foram recuperados por policiais civis de Pontes e Lacerda, na segunda-feira (21.08). Os suspeitos, de 26, 20 e 18 anos,  foram presos por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e responderão também pelos furtos, ocorridos um na madrugada do dia 19 de agosto, em Figueirópolis do Oeste, e outro no dia 4 de agosto em Jauru.

De acordo com os investigadores, o trio passou a ser monitorado após uma denúncia. Durante a vigilância, os policiais identificaram o veículo usado pelos ladrões em uma residência. Quando o veículo saiu, os policiais iniciaram acompanharam até que os ocupantes perceberam, iniciando tentativa de fuga. Depois de desobedecerem a várias ordens de parada, os investigadores efetuaram disparo de contenção no pneu dianteiro esquerdo do carro, obrigando-o a parar. Na fuga, os suspeitos jogaram um revólver calibre 32, que foi apreendido.

Em buscas, pessoal e no veículo, foram encontrados três relógios, uma porção de maconha, uma lixadeira e uma pulseira. Eles foram conduzidos à Delegacia e lá durante interrogatório individual confessaram onde estavam os demais relógios furtados. Na casa, local do esconderijo, 68 relógios (27 da marca Technos e 41 Condor) foram encontrados. Outros cinco relógios estavam na residência de uma moça indicada pelos presos.

Oseias e Matheus são moradores de Cuiabá e estavam com mandados de prisão em aberto, requisitado pela Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande.

.

.

Fonte: assessoria PJC MT