Desde o inicio da semana, boatos foram espalhados de que a Ponte do Rio Paraguai em Cáceres seria interditada na manhã de hoje (15/03), para uma manifestação. Confirmados, os manifestantes da Adunemat, Associação dos docentes da Universidade de Mato Grosso, que são contra a reforma da previdência, fecharam o acesso à ponte na chegada a Cáceres.

Nas redes sociais já circulam fotos do manifesto que se iniciou logo cedo. Segundo informações, a paralisação do trânsito sobre a travessia durará uma hora pela manhã e uma hora no período vespertino.

Os manifestantes estão com faixas que expressam sua opinião contra a reforma da previdência. Muitas pessoas estão no local e uma fila de carros aumenta a cada minuto na BR- 174 que passa sobre a ponte.

A Policia rodoviária Federal acompanha o movimento para manter a ordem e a segurança.

A PRF de Pontes e Lacerda não sabe informar se o bloqueio continua. O telefone 191 registra que não há restrição ao tráfego na rodovia.