Médicos da Santa Casa de Pontes e Lacerda, paralisaram parcialmente os atendimentos alegando atraso nos repasses feitos pelo governo estadual. Os profissionais afirmam que estão há três meses sem receber os salários e, por isso, os serviços de especialidades foram suspensos, a partir da tarde desta sexta-feira(03-11). Isso inclui cirurgias em geral. Eles só retornaram ao trabalho quando os pagamentos dos salários atrasados forem efetuados.

Na manhã desta quinta-feira, aconteceu uma reunião com a presença de autoridades políticas, médicos e a diretoria do hospital, e ficou definido pelos profissionais da saúde que não tem como continuar o atendimento, e sem uma previsão do hospital, eles decidiram cruzar os braços.

A informação que os funcionários também estão pensando em paralisar, porque estão sem receber há dois meses. Várias mensagens foram enviadas para o disk denúncia da TV Centro Oeste, filiada ao SBT, afirmando que os funcionários estão passando dificuldades. Sem dinheiro para comprar até alimentos, e algum servidores que moram de aluguel tiveram uma surpresa, tem que deixar as casas, por falta de pagamento.

No campo político o deputado Wancley Carvalho (PV), que representa a região oeste junto ao governo do estado, e o diretor do hospital Santa Casa devem se manifestar na próxima segunda-feira sobre o caso em coletiva a imprensa.