A Prefeitura de Pontes e Lacerda está aterrando o leito do Córrego Buriti, na altura da Rua Américo Mazetti. Sob a justificativa de fazer manutenção na ponte, vários caminhões de terra e entulhos foram jogados onde deveria estar escoando a água do Córrego.

Percebe-se claramente que o curso d’água foi interrompido, ficando nascentes na parte de cima e na parte de baixo da ponte.

Uma simples visualização do local dá para concluir que, ao contrário do aterramento, o leito do córrego necessita de limpeza para que a água volte a escoar.

Segundo um especialista da área ambiental, as imagens colhidas pela TV Centro Oeste no momento em que os caminhões jogavam entulho no Córrego e que serão divulgadas com exclusividade no telejornal do meio dia desta sexta-feira (13), sugerem crime ambiental.

.