Para quem conhece a personalidade do prefeito Alcino Barcellos não é novidade a forma como gosta de se mostrar. Ele costuma usar frases feitas em seus pronunciamentos e audiências. Tem dito desde a campanha que “tem sangue nas veias”, sem deixar claro qual o verdadeiro sentido da citação.

Aliás, a frase é titulo do livro de Tom Wolfe, uma história que se passa nos Estados Unidos num ambiente onde residem mais latino-americanos do que americanos “legítimos”. Os personagens que são sempre movidos ou mexidos pela vaidade. Um deles é um prefeito cubano que só se importa com o que pensam dele.

O vereador Anderson Barbosa, em pronunciamento no Grande Expediente, citou a frase usada por Alcino Barcellos e disse que não somente o prefeito, mas todos os vereadores também tem “sangue nas veias”.

Censurador

O vereador Rogério Lero Lero fez severas críticas ao estado de abandono do Cemitério Municipal. Comentou que, para levar o corpo do pai do vereador Antonio da Dengue, que faleceu recentemente, teve que abrir caminho no matagal para fazer o sepultamento.

E denunciou que o prefeito Alcino Barcellos o repreendeu por ter divulgado a situação do Cemitério nas redes sociais, dizendo que o vereador não deveria ter publicado.