Professores da rede municipal de ensino de Pontes e Lacerda paralisarão as atividades na quarta-feira (09). Eles cobram melhorias do salário e das condições de trabalho.

De acordo com a categoria, a paralisação deve mobilizar aproximadamente 100 professores e, de acordo com a classe, vai iniciar às 7h30min na frente da Igreja Matriz, localizada na Avenida Bom Jesus, próxima da Secretaria de Educação. De lá, o grupo segue para a Prefeitura Municipal, onde farão o manifesto para chamar atenção do prefeito para o repasse de 4,7%, que a classe educacional exige por lei. Depois, o grupo segue para a Câmara de Vereadores, onde participarão às 9h30min de uma reunião com o presidente do Sintep de Mato Grosso, Henrique Lopes do Nascimento.   

Os docentes reivindicam reajuste salarial que, segundo eles, está defasado a anos. Eles também cobram melhorias nas escolas, dizem que existem escolas que não estão oferecendo condições mínimas para os alunos, como a falta de bebedouro e mau funcionamento dos ares condicionados.

Para exigir as mudanças, os professores decidiram realizar esse manifesto pelas ruas do município. Em protesto usarão cartazes e faixas, e caso não chegem a um acordo será cogitada a greve.

A direção do Sintep de Pontes e Lacerda estendeu o convite para a rede estadual de ensino.