Estamos no mês de comemoração da Lei Maria da Penha que completou 13 anos, através dela várias mulheres obtiveram mudanças de vida, por isso, é essencial saber para quem, quando e onde ligar quando acontece algum tipo de violência seja física ou verbal.

Casos de violências domésticas acontecem em todo o Brasil, em Pontes e Lacerda não é diferente. Embora seja uma cidade relativamente pequena, os dados são constantes, exemplo disso foi os três casos registrados durante esse final de semana.

Em conversa com a advogada Márcia, ela afirma que a população precisa se instruir, buscar orientações sobre o que a violência doméstica causa na família e na sociedade. Embora a grande maioria das vítimas possuem medo de denunciar o agressor, devido violências posteriores, a Polícia é o maior esteio em casos como esses.

Antigamente as punições eram mais “leves”, porém com o aumento no teto prisional de um para até três anos podendo ser prisão preventiva ou em flagrante, além das medidas protetivas, as leis estão mais severas.

Vale lembrar que além da agressão física, existe também a violência verbal que é considera como psicológica, ela é mais corriqueira e acaba sendo o motivo para as agressões físicas. Seja verbal ou física, ambas são violências.

Ligue 180 e denuncie, não sofra calada.