Conduzir um veículo nos dias de hoje não é algo que qualquer pessoa possa fazer com tranquilidade, tendo em vista que é necessário o motorista dirigir por ele e pelos outros, pois sempre há um ou outro imprudente ou inexperiente no volante circulando pelas ruas, além dos bêbados e embriagados que não têm noção do que estão fazendo.

Em Pontes e Lacerda é registrado diariamente acidentes provocados principalmente por falta de responsabilidade do condutores. Vidas se perdem por não respeitar uma placa (quando tem), ter calma e respeitar assim mesmo no trânsito.

Sabemos quando pessoas perdem a vida, principalmente na Rua Terezinha Coura Garbim, aparece um monte de sugestão, e na maioria delas se culpa os vereadores, o Poder público e os órgãos de Segurança Pública, mas o difícil mesmo é o reconhecer que você condutor também está errado, motoristas que saem de casa achando que as ruas e avenidas da cidade é uma pista de corrida, conduzindo carro e moto em alta velocidade.

Não vamos tirar a responsabilidade dos órgão públicos, eles também podem fazer algo para mudar, mais campanhas de transito, e que a prefeitura não espera iniciativa do Ministério Público para iniciar um panfletagem nas ruas, mais polícia em blitz, não educativa, porque mudar cabeça não resolve no trânsito, porque tem muita gente que acha que sabe dirigir. Mexer no bolso? Sim, ameniza um pouco, mas de que forma isso pode acontecer? Colocar quebra-molas em todas as avenidas que cruzam a “Terezinha”, já foi feito! E os acidentes continuam, quantas famílias não gostam de nem ouvir o nome daquela rua, que leva o nome de uma mulher que já fez tanto por Pontes e Lacerda.

A culpa é dos não habilitados, sim, mas já morreram tantos que já tinham anos de experiência de CNH, e por irresponsabilidade. O que falta é respeito pela vida, a moto se torna uma arma na mão do irresponsável, e o carro um caminhão tanque na mão do embriagado.

A culpa cai sobre os vereadores que tem o papel de fiscalizar? sim, ainda mais quando toda a cidade pergunta como vai ficar a Rua que mais acontece acidente em Pontes e Lacerda. É nesta hora vereadores que vocês podem mostrar a força da casa de lei, e quando digo força, não é cada um lutar por A ou B, mas sim mostrar que unidos vocês podem promover uma audiência Pública, reunir com o prefeito, Ministério Público e os Órgãos de Segurança para discutir o assunto.

Agora uma coisa é fato, nada adianta o empenho de todos para mudar o transito, se você condutor não fizer a sua parte. Não faça do trânsito um campo de guerra, porque quando menos se espera a vítima pode ser você ou um membro da sua família.