As manifestações e bloqueios em rodovias do 7 de setembro, Dia da Independência, continuam em Mato Grosso nesta quarta-feira (8). As interdições seguem em Rondonópolis, Pedra Preta, Confresa e Lucas do Rio Verde, nas BRs 163, 364 e158.

Os bloqueios são feitos por manifestantes pró Bolsonaro. Eles pedem a retirada dos ministros da Supremo Tribunal Federal (STF) e o voto impresso.

Em alguns dos cartazes está escrito ‘Fora China’ e ‘Intervenção militar com Bolsonaro no poder’ (em inglês).

Na BR-163, em Rondonópolis, a 218 km da capital, há manifestação com interdição intermitente de pista. No ponto conhecido como Trevão, os manifestantes estão fazendo bloqueio para veículos de cargas não perecíveis.

Há grande quantidade de veículos de carga estacionados sobre a via e canteiro central. A mobilização segue no km 202. A passagem de automóveis, ambulâncias, ônibus e veículos de cargas vivas e perecíveis está liberada.

Nesse 7 de setembro, a concessionária Rota do Oeste, que administra trecho da BR-163, informou que um veículo tentou furar bloqueio e foi apedrejado por manifestantes no município.

Em Confresa, na BR-158, há a interdição parcial, apenas veículos de carga não passam.

Em Pedra Petra, na BR-364, km 177, a manifestação está em andamento. Manifestantes orientam os motoristas para estacionarem no pátio do Posto Locomotiva devido a interdição em Rondonópolis.

Em Lucas do Rio Verde, BR 163, km 687, manifestantes bloquearam o trânsito na rodovia em ambos os sentidos, por volta das 8h.

7 de setembro

Cuiabá e pelo menos outras 14 cidades de Mato Grosso registraram manifestações nesse feriado. Foram registrados atos contra e a favor o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Os atos desta terça-feira (7) foram convocados por Jair Bolsonaro e acontecem em meio a embates do presidente com o Supremo Tribunal Federal (STF), e em um contexto de uma acentuada crise econômica e também de queda na popularidade e nas avaliações sobre a atual administração.

As manifestações convocadas são pautadas por ameaças antidemocráticas a ministros do Supremo e ao Congresso.

Os manifestantes protestaram na BR-364 e BR-163, em Rondonópolis; Lucas do Rio Verde; Sorriso; Sinop; Guarantã do Norte; Matupá; Pontes e Lacerda e Nova Mutum, desde o início da manhã, a favor do governo. Em dois trechos, houve restrição de passagem de veículos de carga, exceto com carga viva e produtos perecíveis.

Em Aripuanã e São José dos Quatro Marcos também tiveram manifestações na região urbana, favoráveis à gestão Bolsonaro.

E, em alguns desses pontos das rodovias, os atos não seguiram até a tarde. Já foram encerradas as manifestações em Matupá, Guarantã do Norte e Pontes e Lacerda.

Já em Nova Mutum, no km 598 da BR-163, o trânsito foi interditado totalmente à tarde.

Também houve atos contra o atual governo, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, Rondonópolis e Tangará da Serra, o chamado Grito dos Excluídos, mobilizado por movimentos sociais.

G1 MT