Como um jogo de cartas marcadas, os vereadores Cleber Sella e Rogério Lero Lero, respectivamente  relator e membro da Comissão Processante do escândalo conhecido como “Vita Home Care”, na reunião que ocorreu hoje pela manhã, pediram o arquivamento da denúncia feita pela Comissão de Saúde da Câmara, para que os parlamentares sejam impedidos de prosseguir com a investigação das irregularidades apontadas pelos próprios vereadores.

Numa Comissão de três membros, Sella e Lero Lero se tornam maioria e podem, assim, impedir a continuidade da investigação. O Presidente é Anderson Barbosa que, pelo que conseguimos apurar, foi voto vencido.

Resta aguardar os argumentos que foram usados pelos dois parlamentares para pedir o arquivamento e se eles estão levando em consideração todos os documentos e irregularidades colhidas na Comissão de Saúde.

Para quem tomou conhecimento do relatório, os indícios são tão evidentes e as provas robustas contra o Prefeito que a criação da Comissão Processante teve aprovação unânime dos vereadores. Se a investigação prossegue, Alcino Barcellos poderia estar em “maus lençóis”.

Os vereadores continuam estranhando a reunião do relator Cleber Sella com os procuradores da Prefeitura e com o advogado particular do prefeito durante boa parte da tarde da última segunda-feira, sem o conhecimento dos membros da Comissão e da mesa Diretora. Há quem o coloque em suspeição.

Lero Lero, embora tenha sido eleito na oposição, sempre esteve ao lado do Prefeito. Colegas dele, descontentes, fazem circular nos corredores da Câmara que podem “ressuscitar” um caso que envolve irregularidade grave na indicação do nome de uma rua da cidade.

Outras Comissões em curso

Ainda tramita na Câmara duas Comissões. Uma de Ética, com vereadores diferentes e com visão do parlamento também diferente, onde analisam o caso da Dra. Terezinha que, através da empresa em que é proprietária, celebrou contrato de prestação de serviço com a Prefeitura. Os membros da Comissão são: Antonio da Dengue (Presidente),  Pedro Vieira (relator) e Natalicia.

A outra é a Comissão Processante que trata do mesmo caso, só que olhando a ação do Prefeito Alcino Barcellos como contratante. A Comissão é composta assim: Pedro Vieira (Presidente), Cleber Sella (relator) e Márcia Ponte.