Os servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) iniciaram a greve geral da categoria nesta segunda-feira.

De acordo com o Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran), há cerca de 900 trabalhadores do órgão em todo o Estado. Destes, somente 30% devem permanecer em serviço no Estado e diversos atendimentos deixarão de ser feitos durante a greve geral.

O Sinetran informou que paralisou as atividades em razão de o Governo não ter atendido reivindicações salariais. Eles afirmam que os valores pagos pelo Executivo estão defasados há seis anos.

De acordo com a presidente do Sinetran, Daiane Renner, o prazo solicitado pelo Executivo foi encerrado em 5 de setembro e nenhuma proposta foi apresentada.

A paralisação teve início às 11h, período em que tem início o funcionamento do órgão. No horário, os servidores entraram na guarita dos fundos.

O Sinetran informou que não há previsão para que os serviços sejam retomados. O sindicato relatou que permanece aguardando uma resposta do Executivo sobre a questão salarial.

Em Pontes e Lacerda a 27º Ciretran não aderiu a greve, mas segundo informações uma servidora aderiu o movimento grevista.

Fonte; MT Via Rádio/ Enéas Jacobina