O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Pontes e Lacerda está anunciando uma paralisação geral dos funcionários da Prefeitura, diante de uma extensa pauta de reivindicações seja de direitos adquiridos, negligenciados ou negados pelo prefeito Alcino Barcellos.

Na pauta do Sindicato constam 13 ítens não atendidos, dentre eles:

  • Assédio moral
  • Perseguição
  • Atitude anti-sindical
  • Precariedade no ambiente de trabalho
  • Inércia do Executivo aos ofícios e requerimentos do Sindicato
  • Progressão funcional
  • Escala de férias e horas in itineree
  • Melhoria do acesso e qualidade na atenção básica da saúde
  • Abono federal aos ACE e ACS
  • Piso nacional da Educação

Os dirigentes do Sindicato estão conclamando a todos os servidores da Prefeitura para aderirem à paralisação proposta para a próxima quarta-feira, dia 27/06.

Um dos servidores que garantiu que participará do manifesto reclamou a falta de apoio da maioria dos vereadores, “muitos deles tem pleno conhecimento de tudo o que está acontecendo, inclusive a forma autoritária e abusiva do atual prefeito quando trata das reclamações dos servidores”.