Ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de liberdade em habeas corpus da procuradoria da Assembleia Legislativa (ALMT) em nome do deputado estadual Mauro Savi (DEM), detido preventivamente desde o dia 9 de maio no Centro de Custódia da Capital (CCC).

É a 5ª derrota consecutiva que o parlamentar sofre na tentativa de conseguir sua liberdade.

No pedido assinado pelo procurador-geral da Casa de Leis, Grhegory Paiva Pires, além da soltura de Savi, foi solicitada a legitimidade da Assembleia Legislativa para ingressar com habeas corpus em favor de parlamentares.

O parlamentar foi acusado de intermediar o acordo que deu origem ao esquema de fraude, desvio e lavagem de dinheiro na ordem de R$ 30 milhões no Detran. 

Fonte/MT Via Rádio

Foto Google