Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) oferece 2.520 vagas para ingresso no período letivo 2021/1 para quem realizou o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) deste ano. São 60 cursos de graduação presencial da Instituição e a seleção é feita por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) do Ministério da Educação, que utiliza as notas do Enem.
As inscrições no SiSU ocorrerão de 6 a 9 de abril.

Quem desejar participar da Lista de Espera para a 2ª Chamada deve manifestar interesse pelo site do SiSU de 13 a 19 de abril.

O resultado da 1ª Chamada será publicado no dia 13 de abril, e os aprovados devem realizar a matrícula nos dias 14, 15 e 16 de abril e no dia 19 de abril.

O procedimento de verificação para estudantes negros e estudantes com deficiência será nos dias 14 e 15 de abril, com divulgação do resultado do procedimento já no dia 19.

A 2ª Chamada ocorrerá no dia 23 de abril.

Os interessados em participar da lista de espera para a 3ª chamada e chamadas subsequentes devem manifestar interesse pessoalmente no dia 4 de maio. Caso não seja possível a realização da chamada presencial devido à pandemia, um novo edital complementar será publicado definindo novas regras.

As aulas iniciam no 3 de maio.

Para conferir o edital com as informações dos cursos oferecidos pela Unemat para ingresso em 2020/1 por meio das notas do Enem, clique aqui.

O cronograma de inscrição, seleção e matrícula dos estudantes está disponível na última página do edital.

COTAS

Além das cotas para alunos oriundos de escolas públicas, dentro das quais estão inseridas cotas para indígenas e para estudantes pretos ou pardos, a Unemat também passou a incluir reserva de vagas para pessoas com deficiência (PCD) a partir do ano passado.

Com a nova política, 60% das vagas ficam reservadas para alunos oriundos de escolas públicas e 40% das vagas para ampla concorrência. Dentre as vagas reservadas para alunos da rede pública de ensino, estão inseridas as cotas do Programa de Integração e Inclusão Étnico-Racial (Piier) para pretos e pardos e para indígenas, bem como as cotas para pessoas com deficiência.

Cursos com 30 vagas reservam 18 vagas para alunos de escola pública, das quais 8 são para pretos e pardos, 1 para indígenas e 1 para pessoas com deficiência, com 8 para os demais candidatos. 12 vagas serão destinadas à ampla concorrência.

Em cursos com 40 vagas, 24 são reservadas para alunos que cumpriram integralmente o Ensino Médio em escola pública. Destas 24 vagas, 10 são para estudantes negros, 2 para estudantes indígenas, 1 para estudantes com deficiência e 11 para os demais candidatos. A ampla concorrência terá 16 vagas.

Já nos cursos de 50 vagas, a ampla concorrência terá 20 vagas, enquanto os alunos de escola pública terão 30. Destas 30, os candidatos pretos e pardos terão 13 vagas, os candidatos indígenas terão 2, as pessoas com deficiência terão 1 e os demais estudantes de escola pública terão 14 vagas.

Ao todo, 123 vagas são destinadas para indígenas, 633 vagas para estudantes pretos ou pardos, 62 para pessoas com deficiência, 694 para alunos da rede pública e 1.008 para ampla concorrência. As vagas estão distribuídas em 62 cursos, divididos entre 12 câmpus da Unemat.

CURSOS OFERTADOS

Administração: Diamantino, Juara, Nova Mutum, Sinop, Tangará da Serra/Matutino e Tangará da Serra/Noturno
Agronomia: Alta Floresta, Cáceres, Nova Mutum, Nova Xavantina e Tangará da Serra
Arquitetura e Urbanismo: Barra do Bugres
Ciência da Computação: Alto Araguaia, Barra do Bugres e Cáceres
Ciências Biológicas: Alta Floresta, Cáceres, Nova Xavantina e Tangará da Serra
Ciências Contábeis: Cáceres, Nova Mutum, Sinop e Tangará da Serra
Ciências Econômicas: Sinop
Direito: Alta Floresta, Barra do Bugres, Cáceres, Diamantino, Pontes e Lacerda e Rondonópolis
Educação Física: Cáceres e Diamantino
Enfermagem: Cáceres, Diamantino e Tangará da Serra
Engenharia Civil: Nova Xavantina, Sinop e Tangará da Serra
Engenharia de Alimentos: Barra do Bugres
Engenharia de Produção Agroindustrial: Barra do Bugres
Engenharia Elétrica: Sinop
Engenharia Florestal: Alta Floresta
Geografia: Cáceres e Sinop
História: Cáceres
Jornalismo: Tangará da Serra
Letras: Alto Araguaia, Cáceres, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra
Matemática: Barra do Bugres, Cáceres e Sinop
Medicina: Cáceres
Pedagogia: Cáceres, Juara e Sinop
Sistemas de Informação: Sinop
Turismo: Nova Xavantina
Zootecnia: Pontes e Lacerda

CURSOS OFERTADOS (por câmpus)

Alta Floresta: Agronomia, Ciências Biológicas, Direito e Engenharia Florestal
Alto Araguaia: Ciência da Computação e Letras
Barra do Bugres: Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Direito, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção Agroindustrial e Matemática
Cáceres: Agronomia, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Enfermagem, Geografia, História, Letras, Matemática, Medicina e Pedagogia
Diamantino: Administração, Direito, Educação Física e Enfermagem
Juara: Administração e Pedagogia
Nova Mutum: Administração, Agronomia e Ciências Contábeis
Nova Xavantina: Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia Civil e Turismo
Pontes e Lacerda: Direito, Letras e Zootecnia
Rondonópolis: Direito/Matutino e Direito/Noturno
Sinop: Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Geografia, Letras, Matemática, Pedagogia e Sistemas de Informação
Tangará da Serra: Administração/Matutino, Administração/Noturno, Agronomia, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Enfermagem, Engenharia Civil, Jornalismo e Letras.

Fonte: Jornal Oeste