Friday, May. 24, 2019

Carregando ...

Wancley e as consequências da decisão

Escrito por:

|

25 de fevereiro de 2018 às

21:56

|

Postado em:

Wancley e as consequências da decisão

O deputado Wancley Carvalho continuará exercendo o seu mandato até o final do ano. Mas a sua atuação na Assembléia Legislativa deve se restringir a procedimentos de rotina naquela Casa e a votações.

Não é segredo que o governo do estado tenderá a priorizar ou atender  demandas de políticos que estão buscando se manter no poder no próximo mandato, mesmo que Pedro Taques decida também abandonar a reeleição, preferindo concorrer a uma vaga no Senado.

Nessa linha de raciocínio Wancley perde em muito sua força política. Em fim de mandato e de carreira, ele pode até continuar atuando em defesa de interesses da região. Todavia, o olhar do governo estará voltado para os políticos que tem mais chances de compor o processo político da próxima legislatura.

Em outras palavras,  o que é mais interessante: atender uma reivindicação de deputado em final de mandato ou de um candidato com potencial de vitória e que possa ser aliado ou compor uma base de governo a partir do ano que vem? Ainda mais objetivo,  quem tem mais “cacife” para ser atendido: quem está abandonando a política ou quem está em plena campanha eleitoral própria e de seus aliados?

Para Pontes e Lacerda – que apostou e votou no deputado – independente da relevância dos motivos alegados por Wancley, o prejuízo político é muito grande, tanto que será necessário encontrar uma nova liderança local que consiga convencer o eleitor do município que vai valer a pena apostar mais uma vez em candidato local.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Comissão Processante contra Alcino: vereadores vão analisar o caso pela legislação ou pelas qualidades do Prefeito
Sem argumentos dentro da Lei vereadores apelam para o sentimentalismo, escancaram o corporativismo e livram da cassação a colega Dra. Terezinha
Pedido de cassação da Dra. Terezinha será votado nesta terça de manhã. Ela deve permanecer no cargo

(4) Readers Comments

  1. LUIZ LIMA
    25 de fevereiro de 2018 at 23:35

    Saúde não se discute. Parabéns a deputado pela coragem! Mostrou não ter sede de poder.. Ouvi dizer que o CAIO ROMAM ou o vereador ANDERSON podem entrar na disputa.. bons nomes e são de LACERDA e não enganadores que vem morar aqui só pra pegar votos..

    • Pedro Dan
      26 de fevereiro de 2018 at 19:16

      Caio Roman é quem na fila do mercado?.. São cada nomes que aparecem como oportunistas que dá até vergonha de ser lacerdense.. Pretensos candidatos a Deputado: - Vocês já tiveram votos pra alguma coisa? Vocês tem algum projeto que extrapola os limites de Pontes e Lacerda (já que os eleitores daqui não conseguem eleger 1 só candidato)? Tem apoio que quantas lideranças da região (prefeitos, vereadores, presidentes de bairros, etc.? Vocês estão até mudando de cidade pra tentar arregimentar eleitores? Pensem bem: eleição é cara, e ninguém é besta de investir em candidatos que não tem qualquer chance de ganhar..

    • Humberto Pascoal
      27 de fevereiro de 2018 at 00:02

      Muito bem... não tenho nada contra a pessoa, esta jogada aí, devemos desconfiar........

  2. Fidel Ortega
    2 de março de 2018 at 12:24

    Parabéns ao Wancley pela atitude. Para se candidatar e durante seus mandatos sempre agiu com atitude e determinação. Sua saída da vida pública não poderia ser diferente. Os nomes Caio Roman e Anderson Barbosa soam muito bem para a candidatura a deputado. Sempre mostraram serviços à sociedade, participando ativamente dos segmentos sociais e políticos do município. Além de tudo são nascidos e criados no município e formados em curso superior. Caio Roman é advogado, contador e pós graduado em legislação eleitoral e improbidade administrativa. Os que falam mal desses dois são certamente analfabetos, incompetentes e invejosos por nunca terem sido nada na sociedade de Pontes e Lacerda, muito menos no estado de Mato Grosso.

Deixe um comentário sobre isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*