A Assembleia Legislativa instala na próxima terça-feira (14), às 9 horas, na sala 201, a Câmara Setorial Temática (CST) para debater e propor autonomia administrativa e financeira da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

A proposta é do deputado Wancley Carvalho (PV), que tem por objetivo fortalecer a discussão de um novo modelo de autonomia para as forças de segurança de Mato Grosso, com o propósito de desburocratizar e destravar a gestão das forças de segurança.

“A atual estrutura não tem atendido aos anseios da população e nem os profissionais da segurança pública, por isso, entendo que este é o momento de aproveitar os debates da Câmara Setorial para buscar alternativas de melhorias para o setor”, apontou o parlamentar.

O deputado disse também que, a segurança pública de Mato Grosso se encontra em condições deficitárias de trabalho, assim como a falta de estrutura física das delegacias e instalações de seus prédios.

“Em alguns locais faltam até viaturas para todas as forças de segurança, tanto na capital quanto no interior, como por exemplo, no caso da Politec”, apontou ele.

De acordo com Carvalho, nos moldes atuais, as forças de segurança dependem financeiramente da Secretaria de Estado de Segurança Pública e da Secretaria de Estado de Gestão para resolver todos os problemas. “Isso está direcionado desde suas instalações, quanto para compras, pagamento de diárias, alimentação e demais assuntos relacionados ao financeiro, o que acaba deixando os profissionais sem condições efetivas de trabalho”, lembrou o deputado.

Outro exemplo citado por Carvalho está nos estados de São Paulo e Minas Gerais, onde as forças de segurança já gozam de autonomia financeira. “É preciso que as políticas de segurança se tornem políticas de Estado e não apenas políticas de governo, que a cada quatro anos, modificam tudo em relação a segurança pública”, disse.

A CST ficou assim composta: presidente – Wancley Carvalho; relator – José Nilson Vital Junior; membros – Antonio Nivaldo de Lara Filho; Antonio Edwirges; Marlon Gonçalves; Edilelson Nazário; Roger Ramos Martini; Wagner Jorge Santino; Davi Nogueira; Oziel Araújo; Moacir Rodrigues; Alisson Fagner dos Santos Trindade; Márcio Correa Godoy; Wagner Bassi Júnior; José Lindomar Costa; Mário Demerval.

 

Fonte: Eduardo Cardoso / Assessoria